Ájax - Pucci

Ájax - Pucci

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

GUARUJÁ - ASSASSINATO



Candidato a vereador do PSDB foi mais uma das vítimas de crimes contra políticos em Guarujá.

Esta não é a primeira vez que um político de Guarujá é assassinado. Em 1997, Orlando Falcão (PL), que foi administrador regional na gestão do então prefeito Ruy Gonzalez, já falecido, foi assassinado. Em 2001, foi a vez da morte de Ernesto Pereira (PTN), morto com sete tiros.
Em 2008, o candidato a vereador Frank Willians, filiado ao PP, foi assassinado às vésperas das eleições com vários tiros, por volta das 8 horas da manhã na Vila Rã.
Em 2010, o vereador do PT, Luis Carlos Romazzini foi assassinado por três homens que chegaram em motocicletas à casa do vereador e o chamaram pelo nome. Ele saiu da residência armado, mas foi alvejado com vários tiros no quintal.
Romazzini havia denunciado anos antes um esquema de corrupção na Prefeitura e Câmara de Guarujá, conhecido como Mensalinho de Guarujá.
Além de vereadores, Guarujá também foi palco do assassinato do ex-secretário municipal de Defesa e Convivência Social, Ricardo Augusto Joaquim de Oliveira, na gestão da atual prefeita, Maria Antonieta de Brito, quando quatro homens chegaram em duas motos durante uma reunião partidária do PPL.
O crime ocorreu em 2012 e até hoje não foi devidamente esclarecido sobre os autores do assassinato. (FACEBOOK) 

ÁJAX DISSE: Não vou comentar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário